Províncias

Expansão do sistema escolar melhora o acesso ao ensino

Samuel António | Luena

Mais de 20 mil alunos devem entrar no sistema de ensino, no próximo ano lectivo, na província do Moxico, com a construção de 153 novas salas, de acordo com o director provincial da Educação, Abel Pique.

Estão a ser reabilitadas e construídas novas escolas para inserir mais alunos no ensino
Fotografia: Daniel Benjamim

Mais de 20 mil alunos devem entrar no sistema de ensino, no próximo ano lectivo, na província do Moxico, com a construção de 153 novas salas, de acordo com o director provincial da Educação, Abel Pique.
Abel Pique, que falou ontem ao Jornal de Angola, acrescentou que entre os vários empreendimentos inseridos no Programa de Investimentos Públicos, consta a construção de dois Institutos Médios na cidade do Luena, um Instituto Médio Politécnico no município do Luau e uma escola  com  24 salas no município do Alto Zambeze.
Abel ­Pique disse que o Moxico possui 303 escolas de carácter definitivo, que correspondem a 840 salas, número insuficiente, apesar de se constatar grande esforço do governo na construção de mais escolas, depois do alcance da paz em 2002.
O director da Educação no Moxico esclareceu que  estão a ser construídas, na cidade do Luena, oito novas escolas, das quais cinco com 12 salas e três com seis salas cada, o que perfaz  um universo de 78 salas. Moxico conta com 5.604 professores. O sector precisa de 1.300 novos docentes. Para este ano lectivo foram matriculados, a nível da província, 220 mil alunos.

Tempo

Multimédia