Províncias

Governador do Moxico pede rapidez nas obras

José Rufino | Luena

Em todos os municípios do Moxico continuam a ser construídos e reconstruídos escolas, postos de saúde e sistemas de tratamento e distribuição de água e energia eléctrica, entre outros emprendimentos, alguns dos quais foram visitados pelo governador provincial.

Em todos os municípios do Moxico continuam a ser construídos e reconstruídos escolas, postos de saúde e sistemas de tratamento e distribuição de água e energia eléctrica, entre outros emprendimentos, alguns dos quais foram visitados pelo governador provincial.
No Leua e Lumege Cameia, onde estão em construção 50 casas evolutivas, além de cem das 200 previstas para cada município pelo Programa Habitacional, Ernesto dos Santos “Liberdade” disse aos responsáveis pelas obras que está insatisfeito com a morosidade dos trabalhos e pediu-lhes que “redobrem esforços” para os prazos serem cumpridos.
O administrador municipal de Lumege Cameia lembrou que a construção das infra-estruturas tem o objectivo de melhorar as condições de vida da população.
Rodrigues Chipango referiu que a administração municipal “tem em carteira a construcão de mais escolas e postos de saúde” e de um mercado municipal e que aguarda a instalação de um Balcão Único do Empreendedor.
O município do Lumege Cameia tem novos empreendimentos sociais, inaugurados pelo governador provincial do Moxico, João Ernesto dos Santos Liberdade.
O governador  inaugurou 20 salas de aulas que vão reduzir o número de crianças fora do sistema de ensino e aprendizagem.

Novas infra-estruturas

Com as novas escolas, o municipio passa a contar com 41 salas, disse o chefe de repartição municipal da Educação do Lumege Cameia, Jaime Joaquim Chimixi.
As escolas entram já em funcionamento, permitindo o ingresso de 3.432 alunos no sistema de ensino. Actualmente, o município tem 4.435 alunos matriculados e 2.100 crianças fora do sistema normal de ensino. As aulas são asseguradas por 305 professores.
Estão mais quatro escolas em  construção. Estas infra-estruturas vão ajudar a reduzir significativamente o número de menores fora do sistema de ensino.
  O govenador do Moxico inaugurou o sistema de tratamento e destribuicão de água, com seis chafarizes, além de três postos de saúde. O sistema de captação e distribuição água, com uma capacidade para 85.000 litros, pode bombear 6.000 litros por hora. O programa vai beneficiar 12.000 pessoas.

Tempo

Multimédia