Províncias

Governo do Moxico faz mudança na distribuição

José Rufino | Luena

O governo do Moxico e a Empresa Nacional de Electricidade (ENE) estabeleceram, na cidade do Luena, um acordo que visa melhorar a distribuição de energia eléctrica na capital da província, antes a cargo do governo local.

O governo do Moxico e a Empresa Nacional de Electricidade (ENE) estabeleceram, na cidade do Luena, um acordo que visa melhorar a distribuição de energia eléctrica na capital da província, antes a cargo do governo local.
 O presidente do conselho da Administração da ENE, Fernando Barros, disse que o protocolo assinado com o Governo Provincial vai fazer com que a Empresa Nacional de Energia Eléctrica  possa estender as suas actividades à cidade do Luena, assumindo ainda a exploração da rede de distribuição, uma vez que estão em curso alguns investimentos a nível da produção e da rede de distribuição.
 Os trabalhos que visam a reabilitação da rede de distribuição de energia , disse Fernando Barros, estão em curso desde o passado mês de Outubro, referindo que a actual rede da cidade não se encontra em boas condições.
 O aumento da capacidade de produção de energia eléctrica e a construção de uma nova central térmica na cidade do Luena para o fornecimento de energia foram apontados por Fernando Barros como as principais acções da primeira fase do projecto.
 O vice-governador do Moxico para a área Produtiva e Económica, Francisco Cambango, esclareceu que o Governo Provincial do Moxico assinou o protocolo com a ENE na perspectiva de melhorar os serviços de fornecimento de energia eléctrica à população.
Recordou que o Governo Provincial tem feito, desde 2003, investimentos no sector, com a aquisição de novos geradores, a realização de trabalhos de intervenção em termos de reabilitação mas, afirmou, que não têm produzido resultados adequados na distribuição da energia eléctrica.
 O vice-governador disse ainda que os bairros periféricos da cidade do Luena constam das prioridades para esta fase inicial, por serem as zonas mais carecidas em termos de abastecimento de energia eléctrica, ao longo dos anos.

Tempo

Multimédia