Províncias

Inaugurado no Luena instituto médio de gestão

Samuel António e Lino Vieira | Luena

Vários empreendimentos, construídos de raiz, foram inaugurados, na quinta-feira, no Luena, pelo governador João Ernesto dos Santos “Liberdade”, no âmbito das comemorações do 4 de Fevereiro, data que assinala o início da Luta Armada de Libertação Nacional.

O Instituto Médio de Gestão tem 17 salas de aulas para mais de mil alunos
Fotografia: Daniel Benjamim

Vários empreendimentos, construídos de raiz, foram inaugurados, na quinta-feira, no Luena, pelo governador João Ernesto dos Santos “Liberdade”, no âmbito das comemorações do 4 de Fevereiro, data que assinala o início da Luta Armada de Libertação Nacional.
Dos empreendimentos inaugurados, o realce recai no Instituto Médio de Administração e Gestão, que tem 17 salas de aula, com capacidade para 1.200 alunos, em dois turnos.
Este estabelecimento de ensino, o maior que a província construído depois da independência, tem além das salas de aula, biblioteca, cinco laboratórios, um espaço de informática, cantina e ginásio.
O director provincial da Educação, Jones Abel Pik, que agradeceu os esforços do governo local e do Ministério da Educação, sublinhou que “a província carece de quadros em todas as vertentes”, acrescentando:
 “Com a entrada em funcionamento deste instituto, acreditamos que, num futuro breve, teremos muitos jovens formados, que vão contribuir para o desenvolvimento da região".

Centro de estágio Bravos do Maqui

O governador inaugurou, também, no bairro Sinai Velho, o centro de estágio do Clube Desportivo Bravos do Maqui, que dispõe de 20 quartos, com duas camas em cada um, e duas suites.
O estabelecimento, construído pela empresa Caluchad - Construção Civil, com apoio financeiro da Caixa Social das Forças Armadas Angolana, tem também sala de reuniões, ginásio com equipamento de ponta, consultório médico e sala de hidromassagem.
O presidente do Club Bravos do Maqui, Luís Francisco Independência, satisfeito com as condições do centro, prometeu tudo fazer para cuidar do imóvel e de todos os equipamentos existentes, para o bem do club.
A cidade do Luena testemunhou também a inauguração do edifício da caixa social das Forças Armadas Angolanas, devidamente apetrechado.
O Empreendimento, com uma estrutura arquitectónica jamais vista na província, vai oferece melhores condições de trabalho aos seus funcionários.
Para atender todas as questões relacionadas com as pensões dos reformados, o edifício dispõe de uma secção de registo e remunerações, área administrativa, repartição de fiscalização e controlo, sala de imprensa, de multiuso e um anfiteatro.
O governador da província disse que a estrutura vai tornar mais célere o atendimento dos pensionistas, tendo em conta as condições de trabalho existentes.
João Ernesto dos Santos, ladeado pelo general Francisco Pereira Furtado, chefe do Estado-Maior General das FAA, do general João Luís Neto "Xyietu", director da Caixa Social das FAA, e de membros do governo provincial, visitou também o local onde estão a ser construídas as 100 casas para os pensionistas da Caixa Social das FAA.

Tempo

Multimédia