Províncias

Jovens pedem transparência na gestão da coisa pública

Lino Vieira | Luena

Jovens do município do ­, na província do Moxico, apelaram ontem, naquela localidade, aos gestores públicos à transparência nos concursos públicos, em contratos que envolvem entidades do governo, e maior rigor na gestão dos recursos do Estado, durante um encontro de auscultação com o elenco governativo local.

Camanongue acolheu o evento
Fotografia: Santos Pedro | Edições Novembro

Durante a cerimónia, na qual esteve presente o governador provincial, Gonçalves Muandumba, os participantes pediram aos detentores de cargos públicos para en­contrarem soluções para os problemas que assolam o seu município, como a débil assistência médica e medicamentosa, a falta de  professores e de técnicos de saúde, o mau estado das vias, entre outras questões.
 Por seu lado, o vice-governador para a Esfera Técnica e Infra-estruturas, Manuel Lituai, afirmou na ocasião, que os membros do Governo Provincial tomaram boa nota das preocupações apresentadas, e que ao seu tempo serão resolvidas.
“As preocupações apresentadas aqui em relação à falta de emprego, escassez de medicamentos, crianças fora do sistema de ensino, falta de energia e água potável, fazem parte das prioridades do Executivo.
Portanto, posso garantir que tão-logo sejam disponibilizadas às verbas do OGE estes problemas serão paulatinamente resolvidos”, disse o governante.
Em relação à preocupação dos jovens sobre a transparência na gestão dos recursos públicos, Manuel Lituai disse que “nos dias correntes já não há lugar para uma gestão fraudulenta, daí que todos os actos de corrupção devem ser denunciados para que sejam inibidos a pretensão de desvios do erário”.
Segundo o governante todos os cidadãos são iguais perante à lei , pelo que quem prevaricar  vai responder sem contemplações, seja membro do governo ou cidadão comum.

Tempo

Multimédia