Províncias

Mais de 200 mil foram alfabetizados

Um total de 200 mil adultos foi alfabetizado, em cinco anos, no Moxico, através dos módulos I, II e III, do Programa de Alfabetização e Aceleração Escolar (PAAE), enquadrado no Plano Estratégico para Revitalização da Alfabetização (PERA), iniciado em 2012.


O coordenador provincial do PAAE, Carlos Sambongue, afirmou sexta-feira, no Luena, que, do número acima citado, 20 mil foram inseridos no sistema de ensino normal, estando a frequentar o ensino secundário e centros de formação profissional.  Salientou  que a crise económica, acrescentou, provocou a redução de alfabetizadores e facilitadores contratados em 2015, de 941 para 457, face as insuficiências de verbas.
Reconheceu que os êxitos do PAAE tiveram muito a ver com a assistência técnica e assessoria de especialistas cubanos, assim como a participação dos parceiros sociais, nomeadamente igrejas, ONG, Ascofa, OMA, JMPLA, Direcção da Família e Promoção da Mulher e autoridades tradicionais, entre outros. O coordenador apelou aos alfabetizadores e facilitadores para continuarem firmes nas suas tarefas, de forma a serem cumpridos os objectivos gizados no sector, que passam pela redução de analfabetos na província.
O PAAE na província conta neste momento com 457 professores, entre alfabetizadores, facilitadores e supervisores, e um total de 191 salas de aula. O programa de alfabetização, com a duração de três meses, engloba os módulos I, II e III, da 1ª à 6ª classe do ensino primário.

Tempo

Multimédia