Províncias

Mais unidades hospitalares e escolas ajudam à modernização da província

Samuel António| Luena

O governador do Moxico anunciou, em Camanongue, que a província passa a dispor em breve de mais oito hospitais municipais e outras tantas escolas, cada uma com 12 salas, que vão atenuar o défice nos dois sectores.

João Ernesto dos Santos Liberdade visitou várias obras e instituições
Fotografia: Daniel Benjamim|Luau

O governador do Moxico anunciou, em Camanongue, que a província passa a dispor em breve de mais oito hospitais municipais e outras tantas escolas, cada uma com 12 salas, que vão atenuar o défice nos dois sectores.
João Ernesto “Liberdade”, que fez o anúncio numa visita àquele município, afirmou que a execução do Programa de Investimentos Públicos (PIP) tem contribuído, em grande medida, para melhoria da vida da população.
Além das escolas, referiu, está a ser construído, no município do Alto Zambeze, um instituto médio, com 24 salas.  No âmbito do PIP, revelou, começam a ser construídos, ainda este ano, dois institutos médios na cidade do Luena e um no município de Luau. João Ernesto “Liberdade” disse que dois dos oito hospitais municipais, os do Luchazes e do Alto Zambeze, estão em fase de conclusão.
O Hospital Municipal do Luena, no bairro Capango, vai ter cem camas, banco de urgência, pediatria, serviços de consulta externa, bloco operatório com quatro salas, duas para operações e as outras para partos, e laboratórios de hemoterapia, de bacteriologia, serologia bioquímica e de hematolgia. O hospital também vai dispor de morgue para 20 corpos, área administrativa e um parque para estacionamento de 50 viaturas.  O Programa de Investimentos Públicos, afirmou o governador, contempla também a construção de duas centrais de captação, distribuição e tratamento de água, uma no Luena e a outra na sede municipal do Luchazes. 
A reabilitação da rede domiciliária do Luena, que começou no princípio deste ano, e os postos de transformação de energia, que têm novos transformadores, com capacidade e durabilidade, recordou, vão melhorar o abastecimento de energia à cidade.  A remodelação e ampliação da central térmica decorrem em simultâneo com o processo de levantamento de futuros clientes para adequar as capacidades da potência da nova centralidade. A rede de distribuição domiciliária vai ser estendida à zona suburbana, com a instalação de novos postos de transformação e sistema de electrificação.
O governador provincial disse estar satisfeito com os progressos registados, mas prometeu mais trabalho e pediu que sejam redobrados esforços para melhorar alguns sectores.“Vamos continuar a trabalhar para o bem da população porque temos esse compromisso e o nosso maior desejo é ver o Moxico e a sua população desenvolverem-se”, rematou o governador.

Tempo

Multimédia