Províncias

Milhares de doentes no Hospital Central

Lino Vieira | Luena


O Hospital Provincial do Moxico atendeu, no primeiro semestre do ano, 44.644 pacientes, dos quais 397 faleceram, segundo dados estatístico da unidade sanitária divulgados ontem no Luena.

Malária e doenças diarreicas agudas continuam a ser as principais causas de morte e de internamento no Hospital Provincial do Moxico
Fotografia: Nicolau Vasco

Em 2015, foram atendidos 45.­280 doentes, uma diferença de 636 doentes durante os dois períodos em análise.
 A malária grave liderou a lista de casos no ano transacto, com 1.600 casos, doenças diarreicas agudas, com 512, infecção respiratória aguda, com 323, febre tifóide registou-se 278, anemia severa 221, hipertensão arterial 204, acidente vascular cerebral 29 e HIV/Sida, com 13 casos.

Saúde escolar

Uma plataforma de saúde escolar, que tem como objectivo prevenir e reduzir a transmissão de doenças tropicais negligenciadas, foi lançada ontem, na província do Huambo.
A referida plataforma, uma iniciativa da organização não governamental Mentor Initiative, prevê beneficiar mais de 560 crianças matriculadas em escolas do ensino primário.
Em declarações à imprensa, o director provincial da Saúde, Frederico Juliana, disse que a plataforma estará disponível por um ano e vai contemplar 930 escolas.
Entre as doenças tropicais negligenciadas a prevenir incluem-se a shistossomíases, doenças diarreicas agudas e febre tifóide.
Frederico Juliana referiu ser uma plataforma de extrema importância, que vai ensinar as crianças a terem o hábito de lavar as mãos, manterem higiene na comunidade e tratarem dos resíduos sólidos.
Durante o lançamento da plataforma, o responsável para a área de Educação e Ensino da Direcção da Educação, João Tomás Guli, disse tratar-se de uma iniciativa que vai contribuir para a consciencialização dos professores sobre os valores da educação e da saúde, para um bom desenvolvimento da criança, capacitando-os com técnicas metodológicas simples de prevenção.

Tempo

Multimédia