Províncias

Moxico reforça programas de apoio às comunidades

Leonilde Cahilo | Luena

A direcção provincial da Família e Promoção da Mulher do Moxico pretende, durante este ano, reforçar as acções que visam fomentar os projectos agrícolas com a entrega de kits de trabalho, assegurou ontem, na cidade do Luena, a directora local da instituição.

Camponeses recebem diversos apoios
Fotografia: Filipe Botelho | Edições Novembro

Domingas Cecília Bento apontou a formação de parteiras tradicionais, que também vão beneficiar de kits para garantir partos limpos, bem como a formação profissional e a alfabetização como outras áreas prioritárias para este ano.
Consta ainda das acções a serem desenvolvidas, o reforço de ciclo de palestras sobre a gravidez precoce e de competências familiares, tendo em conta o projecto “Minha Família, Minha Inspiração”, para assegurar o crescimento harmonioso dos membros do principal núcleo da sociedade.
A directora considerou que o Executivo deu um grande passo com a aprovação da Lei contra a Violência Doméstica, que é um instrumento jurídico que incentiva a denúncia de crimes que, no passado, eram ignorados para proteger os prevaricadores por causa de certos tabus no seio das famílias.
Domingas Bento afirmou que a implementação desta lei tem incentivado os cidadãos a deixarem de lado os preconceitos e a obedecerem a uma legislação que garanta a protecção e os direitos dos membros da família.
No que diz respeito às actividades desenvolvidas em 2016, a directora destacou a realização de várias palestras que ajudaram a despertar a população sobre as consequências do atropelo da Lei contra a Violência Doméstica.

Casos registados

No ano passado a direcção da Família e Promoção da Mulher registou 474 casos de violência doméstica contra os 368 do período anterior, revelou Domingas Bento.
A directora avançou que, dada à complexidade de alguns casos, 14 dos registos foram transferidos para o Ministério Público para o devido tratamento.
Sobre a igualdade de género, Domingas Bento afirmou que a província do Moxico não tem dificuldades nesta matéria, uma vez registar um grande número de mulheres a ocupar cargos de decisão em várias instituições.

Tempo

Multimédia