Províncias

Moxico vacina contra raiva

José Rufino| Luena

No quadro do Plano Nacional de Contingência e Emergência contra a raiva, a província do Moxico organizou uma campanha de vacinação, cuja primeira fase iniciou no mês de Março e terminou em Abril.

No quadro do Plano Nacional de Contingência e Emergência contra a raiva, a província do Moxico organizou uma campanha de vacinação, cuja primeira fase iniciou no mês de Março e terminou em Abril. Nesse período foram vacinandos 573 animais contra a raiva e abatidos 184 animais vadios, segundo o chefe do departamento do Instituto dos Serviços Veterinários do Moxico, Aguinaldo Mutaleno.
Na segunda fase, que teve início no princípio desse mês, segundo o responsável, já foram vacinados 960 animais contra a raiva e abatidos 337. Foram, igualmente, registadas 37 mordeduras de animais com raiva, tendo resultado na morte de uma pessoa. Aguinaldo Mutaleno assegurou, ainda, que durante a segunda fase prevê-se vacinar 25 mil animais de estimação, bem como 11 mil cabeças de gado bovino, imunizando-os com as vacinas de PPDC, Pleuropneumoniar contagiosa bovina e carbúnculo ematico.
A referida campanha está foi efectuada nos municípios do Moxico, Bundas, Luau, Camanongue e Luchazes. Pretende-se estender aos municípios do Alto Zambeze e Lumege Cameia. Para o próximo ano, o departamento provincial do Instituto dos Serviços Veterinários no Moxico programou campanhas nas localidades de difícil acesso.

Tempo

Multimédia