Províncias

Município de Camanongue ganha novas infra-estruturas

Samuel António |Camanongue

O município de Camanongue, província do Moxico, conta com novos empreendimentos sociais, inaugurados pelo governador João Ernesto dos Santos "Liberdade".

Várias acções estão em curso no âmbito do programa integrado de desenvolvimento rural
Fotografia: Samuel António |Camanongue

O município de Camanongue, província do Moxico, conta com novos empreendimentos sociais, inaugurados pelo governador João Ernesto dos Santos "Liberdade".
Entre os empreendimentos inaugurados incluem-se três escolas na sede municipal, sendo duas nos bairros Camuleque e Tchiwaia, com quatro salas de aula, e outra em Mazemba, com seis salas.
Os três estabelecimentos escolares, construídos em Camanongue no quadro do Programa Municipal Integrado de Desenvolvimento Rural e Combate à Fome e à Pobreza, vão permitir a frequência de 850 alunos, em dois turnos.
Numa mensagem lida na ocasião, o aluno Dionísio, da escola de Camuleque, agradeceu a construção da escola, a primeira de carácter definitivo no bairro. O soba de Camuleque, Fernando Samaleta, disse que a iniciativa da administração municipal vem mostrar mais uma vez o empenho do governo na resolução dos problemas que ainda afectam o sector da educação.
O governador João Ernesto dos Santos “Liberdade” reinaugurou, ainda na sede do município de Camanongue, uma unidade sanitária, totalmente ampliada e apetrechada, um centro infantil comunitário e o mercado municipal. O referido centro de saúde, com 30 camas, possui um banco de urgência, laboratório de análises clínicas, consultório médico, sala de parto, farmácia e secção do Programa Alargado de vacinação (PAV). Responsáveis da repartição municipal da Saúde sublinharam que a reabilitação do centro e a recepção de duas ambulâncias melhoraram substancialmente as condições de atendimento à população.
O centro comunitário, tutelado pela direcção provincial da Assistência e Reinserção Social, em parceria com a administração municipal do Camanongue, vai assistir mais de 30 crianças, dos cinco aos nove anos.
O centro para acolhimento de crianças é composto por duas salas de aula, refeitório, parque infantil e área administrativa.
O governador provincial do Cunene aproveitou a ocasião para verificar o andamento das obras de construção do hospital municipal, um empreendimento de grande envergadura a cargo de uma empresa chinesa. As obras estão orçadas em nove milhões de kwanzas.

Tempo

Multimédia