Províncias

Novos centros e postos aliviam a maternidade

Lino Vieira | Luena

A construção de centros e postos de saúde, devidamente equipados com  material para  consultas pré-natais nas zonas periféricas da cidade do Luena,  na província do Moxico, reduziu significativamente o número de consultas de mulheres grávidas na Maternidade Provincial do Moxico, disse ontem, no Luena, o director da unidade sanitária.

Em declarações ao Jornal de Angola, Rotano Tchinguri disse que  o fluxo de mulheres grávidas anteriormente registado na maternidade provincial baixou, pelo facto de se tornar realidade a expansão dos serviços médicos nas zonas suburbanos.   Segundo o  director da maternidade, as famílias que vivem nas comunidades já não se deslocam ao interior da cidade, porque  existem  várias unidades que prestam estes serviços, mais próximo dos locais de residência.
Rotano Tchinguri disse que já são visíveis os efeitos da medida do governo provincial de construir várias infra-estruturas sanitárias, como o   hospital municipal  localizado no  bairro Capango, centros médicos nos bairros do Alto Luena, Social e Sawambo.
O responsável informou que,  em 2015,  foram  realizadas 9.701 consultas pré-natais na maternidade, contra 6.717 do ano passado,  graças à entrada em funcionamento de outros centros na periferia da cidade do Luena.
O Posto de Testagem Voluntária  fez, em 2016, um total de 2.346 testes, de HIV e de outras doenças, contra  5.306  do ano passado. Ainda em  2016, segundo o responsável, foram realizados 4.221 partos, contra 5.666 do período anterior, 337 cesarianas, contra 614 em relação ao ano anterior, 185 mortes pré-natais, contra  231 do período  anterior,  e 11 casos de mortalidade materna,  contra 28 do ano anterior.  O  director da maternidade prometeu mais trabalho para se manter cada vez mais baixos os níveis de casos de mortalidade materna e infantil. Apesar de se constatar um balanço positivo durante o ano passado, acrescentou, a unidade sanitária necessita  de 98 enfermeiros e 20 médicos, nas especialidades de  anestesista, ginecologia , neurologia  e cuidados intensivos. Rotano Tchinguri apelou às mulheres grávidas para fazerem sempre consultas durante a gestação.

Tempo

Multimédia