Províncias

Os ganhos da paz em Camanongue

O surgimento de oito unidades sanitárias, a reabilitação e ampliação de 12 escolas primárias no município de Camanongue (Moxico) foram apontados, domingo, pela administradora municipal adjunta, como maiores ganhos da paz naquela circunscrição.

O surgimento de oito unidades sanitárias, a reabilitação e ampliação de 12 escolas primárias no município de Camanongue (Moxico) foram apontados, domingo, pela administradora municipal adjunta, como maiores ganhos da paz naquela circunscrição.
Anastácia Ginga disse à imprensa que, além destas obras, estão em curso vários projectos de impacto social, no quadro do Programa Integrado de Desenvolvimento Rural e combate à Pobreza, que estão a mudar as condições de vida da população.
Com 30 camas para internamento, o centro médico deu emprego a 45 pessoas nas áreas de enfermagem e administração, que prestam serviços em obstetrícia, medicina geral, pediatria, laboratório, farmácia e banco de urgência.
Ainda nesta circunscrição, está em construção um hospital municipal que, concluído, vai ter capacidade para internar mais de 50 pacientes em diversos serviços sanitários.
No sector da educação, Anastácia Ginga apontou a instalação do I ciclo do ensino secundário e a expansão da rede escolar em toda a extensão do município, onde 368 professores distribuídos por 50 salas leccionam da iniciação à 9ª classe, além da construção de residências para os quadros.
No presente ano lectivo, a repartição municipal da educação matriculou 16.137 alunos.
Outra área que mereceu o destaque da administradora foi o da energia e água, realçando a instalação de sistemas de captação de água e chafarizes nas regedorias e povoações de Mussiringinge, Muapezo, Mazemba e Sambavu, e sistemas de iluminação pública.
No sector da agricultura, a administração municipal está a mobilizar os camponeses para a criação de associações e cooperativas, para fomentar a produção agrícola. Anastácia Ginga fez ainda referência ao programa central de construção de 200 fogos habitacionais, tendo sido já desmatado a terra.

Tempo

Multimédia