Províncias

Parteiras são formadas em saúde reprodutiva

Kapalo Manuel /Luena

Um total de 25 parteiras dos municípios do Alto Zambeze, Cameia, Kamanongue, Luau, Luacano e Moxico terminaram com êxito na cidade do Luena, província do Moxico, o curso de  especialização sobre  saúde reprodutiva.

Novas técnicas da Saúde vão trabalhar em diversas localidades da província do Moxico
Fotografia: Nilo Mateus| Edições Novembro

A acção formativa decorreu durante 18 meses com  aulas teóricas e práticas, consubstanciada em matérias sobre gravidez na adolescência, pré-natal, recém-nascidos, planeamento familiar, consulta pós-parto, ginecologia e infecções sexualmente transmissíveis.
 O curso, promovido pela Direcção Provincial da Saúde do Moxico, em parceria com o Instituto Politécnico de Saúde local, foi ministrado por quadros angolanos e de nacionalidade cubana.   
O director provincial da Saúde, Sebastião Ramalho, disse no encerramento do curso que a  formação se enquadra  no plano estratégico de Saúde Reprodutiva, com vista à diminuição da morbimortalidade materno-infantil, por meio de acções concretas que garantam o acesso a serviços de saúde sexual e reprodutiva de qualidade.
Sebastião Ramalho sublinhou  que a utilização dos serviços de saúde materno-infantis na província são ainda limitados apesar do número de partos assistidos, “dai a necessidade de o Ministério da Saúde trabalhar para a melhoria da humanização dos serviços à população”.
O responsável  da Saúde na província do Moxico pediu às recém-formadas que materializem com eficácia  as matérias que aprenderam: “A situação económica que o país atravessa não deve impedir a materialização dos objectivos traçados pelo Ministério da Saúde, particularmente na melhoria dos serviços à população.”
 Os cuidados primários de saúde, disse Sebastião Ramalho, “vão continuar a ser factores-chave, assim como a vigilância activa, formação, supervisão, logística, educação e comunicação.”
As especialistas em saúde reprodutiva começaram já  desempenhar as novas actividades nas respectivas localidades.

Tempo

Multimédia