Províncias

Professores do Moxico aperfeiçoam as aptidões

Lino Vieira | Luena

As competências interpessoais dos professores nas salas de aulas da província do Moxico vão melhorar significativamente, nos próximos dias, após um grupo de 231 docentes do primeiro ciclo de ensino secundário ter participado numa formação sobre a matéria.

Formação visa melhorar processo de ensino
Fotografia: Daniel Benjamim

O seminário, que encerrou sábado, serviu ainda para os professores abordarem questões relacionadas com a dimensão ética do trabalho do docente, características psicológicas dos alunos e metodologia de aula para cada disciplina.
O director provincial da Educação, Ciência e Tecnologia do Moxico, Jones Abel Pique, disse que a formação científica e pedagógica dos professores constitui uma das condições fundamentais para elevar o nível da qualidade de ensino.
Abel Pique referiu que a escola é uma instituição reconhecida pela sociedade, para a formação profissional dos cidadãos para serem capazes de entender as mais variadas áreas da vida política e social do país. Referiu que quem ensina precisa verificar se o aluno conseguiu realmente entender pelas suas próprias palavras  o contexto essencial da matéria leccionada, a fim de avaliar o seu autoconhecimento durante o processo de ensino e aprendizagem.
Na sala de aula, salientou, o professor deve ser um sistematizador de conteúdos que proporcionam uma interacção proporcional capaz de desenvolver um ambiente salutar entre professor e aluno.
O director provincial salientou que o Governo Provincial do Moxico tem executado medidas no sentido de melhorar o sector da Educação, com uma grande aposta na construção de mais escolas e capacitação de professores.
Abel Pique adiantou que o sucesso do processo de ensino e aprendizagem depende em grande medida do empenho do professor e da entrega do próprio aluno nas tarefas programadas.

Tempo

Multimédia