Províncias

Província regista aumento de casos de violência no lar

José Rufino | Luena

A Direcção Provincial da Família e Promoção da Mulher no Moxico registou no ano passado 368 casos de violência doméstica, mais 36 do que em 2013, disse ao Jornal de Angola uma responsável da instituição.

Fraco poder económico de algumas famílias é causa de violência doméstica
Fotografia: João Gomes

A chefe de secção para a política familiar, Lurdes dos Santos, afirmou que os casos mais frequentes foram mos de abandono de lar (174), violência psicológica (73), incumprimento de mesada (52), agressão física (24), fuga à paternidade (16), desalojamento (dez), abuso sexual (oito) e violência psicológica (sete).
O aumento dos casos deve-se em grande parte por as vítimas já apresentarem queixa ao contrário do que sucedia.
A Direcção Provincial da Família e Promoção da Mulher trabalha em parceria com a Polícia de Investigação Criminal, Instituto Nacional da Criança (INAC) e Ministério Público.
Lurdes dos Santos mencionou o fraco poder económico de algumas famílias e o baixo nível de escolaridade como as principais causas da violência doméstica na região. Este ano, anunciou, vão ser intensificadas as campanhas de sensibilização sobre o perigo da violência doméstica.

Tempo

Multimédia