Províncias

Reabilitação da central térmica do Luena fica concluída em Março do próximo ano

O administrador municipal do Moxico (sede), Zaqueu Isaac, assegurou ontem, no Luena, que a reabilitação da central térmica, com capacidade de três mil kva, termina em Março de 2012 e pode melhorar o abastecimento de energia domiciliar.

O administrador municipal do Moxico (sede), Zaqueu Isaac, assegurou ontem, no Luena, que a reabilitação da central térmica, com capacidade de três mil kva, termina em Março de 2012 e pode melhorar o abastecimento de energia domiciliar. O gestor municipal afirmou que durante o Natal e a passagem de ano, a população pode ainda “suportar a energia eléctrica insuficiente até agora fornecida” e frisou que a situação muda nos próximos quatro meses.  
Zaqueu Isaac justificou que a demora se deve à construção e reabilitação de novas cabines de transformação em redor da central térmica, situada a sul da cidade e substituição da rede de instalação da urbe que data da década de 50 do século passado.   A capacitação dos técnicos para assegurarem a manutenção dos três grupos geradores adquiridos recentemente (de 500 kva cada), também constitui motivo de atraso na melhoria de fornecimento de energia domiciliar aos moradores da cidade do Luena.  O responsável afirmou que a água é um “grande problema” que a população passa, visto que as chuvas que caem na região causaram ravinas que levaram ao derrube da principal conduta da central de captação, tratamento e abastecimento de água.   “Este problema ultrapassa as capacidades da administração municipal, devido à insuficiência de meios”, disse, remetendo ao Executivo a solução da problemática de distribuição de água à cidade capital do Moxico. 
Zaqueu Isaac, em relação à situação do saneamento básico, disse que está a ser tratada com as duas empresas envolvidas na recolha de lixo e anunciou que as mesmas, durante a quadra festiva, vão mobilizar mais meios e pessoal para fazer face à produção de lixo.

Tempo

Multimédia