Províncias

Rede escolar no Moxico reforçada com docentes

Daniel Benjamim | Luena

Um total de 300 novos professores de vários subsistemas de ensino vai, a partir do próximo ano lectivo, reforçar o sector da Educação na província do Moxico. A garantia foi dada sexta-feira pelo director provincial da instituição.  

Abel Jones Piqui disse que, com a inserção de mais professores, será possível cobrir as localidades onde o sector tem encontrado maiores dificuldades, recordando que a província conta actualmente com 4.789 docentes, insuficientes para dar resposta à procura.
O responsável que falava durante a cerimónia de cumprimentos de fim de ano, dirigida aos funcionários da Educação, destacou o trabalho desenvolvido pelo governo provincial, no que concerne à construção de infra-estruturas escolares, que permitiram a inserção de mais crianças no sistema de ensino.
“Peço a todos gestores escolares e professores para assumirem as suas responsabilidades nas actividades académicas, para que possam contribuir para a qualidade de ensino e que sejam atingidos os resultados preconizados pelo governo da província”, sustentou. O alargamento da oferta educativa, com a construção de 764 novas salas de aula para os subsistemas do ensino não universitário a nível dos municípios, das quais 434 para o ensino primário, 220 para o I ciclo do ensino secundário e 110 para o  II ciclo do ensino secundário geral, técnico-profissional e formação de professores, foi considerado como o principal ganho do sector.
Actualmente, a rede escolar no Moxico é constituída por 2.008 salas de aula, sendo 1.290 do ensino primário, 391 do I ciclo do ensino secundário e 327 do II ciclo do ensino geral,  que correspondem a 321 escolas. No ano lectivo que encerrou, o sector matriculou 285.620 alunos.
O director provincial da Educação esclareceu aos presentes que o Executivo está preocupado com a formação de professores em todos os níveis do sistema de educação, daí a necessidade de o sector ser potenciado com  pessoas com perfil científico, técnico e pedagógico adequado.
Abel Jones Piqui disse que o governo da província, no quadro do seu plano de desenvolvimento 2013/2017, assume a educação como prioridade, pelo facto de constituir a chave para o desenvolvimento da população.
Acrescentou que são necessários  mais professores comprometidos com a missão de educar e ensinar as novas gerações.

Tempo

Multimédia