Províncias

Sinistrados recebem meios agrícolas no Moxico

José Rufino | Luena

O Instituto de Desenvolvimento Agrário (IDA) no Moxico, em parceria com o Fundo Alimentar Mundial (FAO), procedeu ontem, no Luena, à entrega de meios agrícolas a 200 famílias vítimas das chuvas, que se abateram, nos últimos meses, nesta parcela do país.

O Instituto de Desenvolvimento Agrário (IDA) no Moxico, em parceria com o Fundo Alimentar Mundial (FAO), procedeu ontem, no Luena, à entrega de meios agrícolas a 200 famílias vítimas das chuvas, que se abateram, nos últimos meses, nesta parcela do país. Enxadas, catanas, sementes, fertilizantes, tractores, entre outros meios, que vão facilitar as actividades agrícolas no seio destas comunidades, foram os bens entregues.
O chefe do Instituto de Desenvolvimento Agrário (IDA) no Luena, Eduardo Marcos Jamba, disse que esta acção se enquadra no programa conjunto de segurança alimentar da FAO, que abrange as hortas escolares. No plano do IDA consta ainda a realização de seminários sobre as hortas escolares, acções que visam incentivar as pessoas a dedicarem-se aos trabalhos agrícolas, uma forma de as ajudar a não dependerem unicamente da merenda escolar.
Eduardo Marcos Jamba apontou a capacitação dos líderes comunitários como uma das apostas do IDA. Esta medida, segundo disse, vai permitir melhorar o sistema de produção, através de novas metodologias de cultivo a serem ministradas nas referidas acções formativas.
Anunciou ainda a criação dos bancos de semente para acabar com a dependência das sementes importadas. Esta e outras acções vão permitir a muitas famílias minimizar alguns problemas que têm vindo a enfrentar no seu dia-a-dia, concluiu Marcos Jamba.

Tempo

Multimédia