Províncias

Vila de Luacamo carece de médicos

Luacamo, Moxico, precisa de  três médicos especialistas em cirurgia, ginecologia e medicina geral, 50 enfermeiros e 35 técnicos administrativos para assegurar o pleno funcionamento dos estabelecimentos de saúde do município, disse à Angop o responsável do sector.

O director municipal da Saúde, João Capochi, sublinhou que Luacano tem apenas um médico pediatra e 44 enfermeiros para o hospital, três centros médicos e sete postos de saúde.
Este ano, referiu, são construídos postos de saúde nas localidades de Cassenda, Ituto, Sacutenda, Catema e Cato. Malária, infecções transmissíveis sexualmente, urinárias, gastrites e diarreias agudas são as doenças mais frequentes.

Tempo

Multimédia