Províncias

Mulheres aderem ao planeamento familiar

Pelo menos 2.113 mulheres foram às consultas de planeamento familiar na maternidade provincial do Moxico, durante o ano de 2009, disse ontem, à Angop, a responsável da área de saúde reprodutiva, Maria Rosa António.

Pelo menos 2.113 mulheres foram às consultas de planeamento familiar na maternidade provincial do Moxico, durante o ano de 2009, disse ontem, à Angop, a responsável da área de saúde reprodutiva, Maria Rosa António.
A fonte destacou a maior adesão de jovens, salientando que os métodos anticoncepcionais aplicados se basearam em pílulas e injecções de depo-provera e microlut.
Maria Rosa fez saber que em relação ao ano de 2008, a assistência foi de 1.576 mulheres e o planeamento familiar, para além de evitar gravidezes indesejadas, visa prevenir doenças transmitidas sexualmente (ITS). Explicou que os jovens preferem procurar os Centros de Aconselhamento e Testagem Voluntária (CATV), para saberem do seu estado serológico, aconselhando-os, no entanto, a acompanharem as suas parceiras ao planeamento familiar.
Encorajou as mulheres a manterem o mesmo espírito, de forma a se prevenirem de certos riscos quanto à saúde reprodutiva.

Tempo

Multimédia