Províncias

Mulheres na região são exortadas a defender direitos

Adelaide Mualimusi | Ondjiva

Mulheres do município do Cuanhama, no Cunene, foram exortadas na semana finda, pela secretaria da Organização da Mulher Angolana local, a reflectir em torno da protecção dos seus direitos, igualdade de género e da necessidade de aumentarem a sua participação activa no processo de desenvolvimento do país.

Salomé Taveia fez este apelo por ocasião das comemorações do 2 de Março, dia em que este ano se assinalaram os 55 anos da OMA. A actividade esteve enquadrada na jornada “Março Mulher”, que este ano se comemora sob o lema “Mulheres unidas no voto certo”.
O acto iniciou com uma marcha nos arredores da cidade de Ondjiva, onde participaram mais de 500 mulheres.
A secretária da Organização da Mulher  Angolana no município do Cuanhama disse que o 2 de Março é de extrema importância, em reconhecimento do papel que a mulher angolana desempenhou na luta de resistência do povo angolano contra a colonização portuguesa, demonstrado pelas guerreiras Engrácia dos Santos, Teresa Afonso, Irene Cohen e Lucrécia Paim, entre outras.
Na ocasião, Salomé Taveia pediu às mulheres da OMA, amigos e simpatizantes da organização feminina do MPLA  para um maior engajamento nas actividades alusivas à jornada.

Tempo

Multimédia