Províncias

Município de Caculama regista baixa de malária

Sónia Maria | Caculama

O município de Caculama registou, de Janeiro a Abril do corrente ano, 198 casos de malária, contra os 277 em igual período do ano anterior, segundo o balanço trimestral da situação sanitária, distribuído à imprensa.

Fotografia: EDIÇÕES NOVEMBRO

A redução dos casos da doença é resultado das medidas de prevenção implementadas pelas autoridades sani-
tárias, tais como a realização de campanhas de sensibilização das comunidades, distribuição de mosquiteiros impregnados com insecticida e trabalhos de fumigação.
Outra medida que influenciou na diminuição de casos de malária é, de acordo com o balanço, a realização de campanhas de pulverização de habitações.
No período em balanço, não se registaram mortes por malária, devido ao reforço e aumento dos postos de saúde, bem como a existência de técnicos capazes no hospital municipal de referência, com a capacidade para 60 camas, segundo o documento.
A rede sanitária local conta ainda com um centro médico na comuna do Muquixi, um posto médico na Missão Católica local, um posto de saúde na comuna do Caxinga, sector do Zungue, e outros em funcionamento nalgumas aldeias.
O Hospital Municipal de Caculama registou, igualmente, uma baixa considerável de doenças respiratórias, diarreicas agudas, sarampo e lepra, segundo o balanço.

Tempo

Multimédia