Províncias

Município do Cuvango necessita de mais salas

Pelo menos 132 novas salas de aulas são necessárias para o enquadramento, no ano lectivo 2010, de 6.000 crianças no sistema normal de ensino, no município do Cuvango, província da Huíla, indicou, sábado, o chefe de secção da Educação, Miguel Luís.

Pelo menos 132 novas salas de aulas são necessárias para o enquadramento, no ano lectivo 2010, de 6.000 crianças no sistema normal de ensino, no município do Cuvango, província da Huíla, indicou, sábado, o chefe de secção da Educação, Miguel Luís.
Em declarações à Angop, o responsável pela Educação disse que as 132 novas salas de aulas permitem que mais crianças da comuna do Galangue e do sector do Cantumbo frequentem as aulas, porque 30 por cento das 143 escolas do primeiro ao terceiro níveis do município estão degradadas.
 O chefe de secção da Educação no município do Cuvango referiu que o sector precisa igualmente de 230 professores para reforçar os 764 docentes existentes no município.
 Miguel Luís afirmou que a falta de transporte para fiscalizar, com regularidade, o ensino nas comunas, sobretudo os actos de abandono de alguns professores, por leccionarem distante das sedes comunais, é uma preocupações do sector naquela região.
 Explicou que a secção da Educação do Cuvango solicitou à direcção provincial medidas para a solução da situação, que tem causado transtornos ao ritmo normal das aulas e no controlo eficaz da actividade dos professores.
 No ano lectivo agora terminado estiveram inscritos no município 37.842 alunos, nos três níveis de ensino.
O município do Cuvango dista 375 quilómetros da cidade do Lubango. Tem uma população estimada em 910.000 habitantes e ocupa uma área territorial de 9.680 quilómetros quadrados.

Tempo

Multimédia