Províncias

Nambuangongo tem avanços

Pedro Bica | Nambuangongo

A população de Nambuangongo melhorou bastante o modo de vida após a instalação de serviços sociais, como os de captação, tratamento e distribuição de água nas sete sedes comunais, afirmou ontem o administrador municipal.

Em todas as sedes comunais foram reabilitados e construídos sistemas de captação e abastecimento de água potável
Fotografia: Edmundo Eucílio

Manuel Dembos, que fazia o balanço de 53anos de Nambuangongo como município, cujo aniversário foi assinalado no dia15 de Novembro, disse que “uma das grandes vitórias dos 40 anos de Independência Nacional foi a asfaltamento do troço entre Caxito e a sede do município, o que facilita a circulação de pessoas e bens”.
O administrador lembrou que as vias que ligam as comunas estão a ser terraplenadas, o que vai facilitar a vida aos automobilistas sobretudo no tempo chuvoso.
Manuel Dembos disse que a distribuição de energia continua a ser feita à base de grupos geradores, o que implica “enormes custos financeiros à Administração Municipal”, mas que “há projectos para a construção de mini hídricas, que vão ajudar ao desenvolvimento da região”.
Nambuangongo tem escolas do primeiro ciclo nas sedes comunais e uma do segundo, que “vai até à 13ª classe”, na capital do município, onde são leccionados  cursos de biologia, ciências humanas e jurídicas. Nambuagongo  tem centros de saúde em todas as sedes comunais e na municipal um hospital regional, que garantem a assistência médica e medicamentosa aos 61 mil habitantes.
Nambuangongo é constituído pelas comunas de Muxaluando, Canacassala, Cage, Gombe, Qincuzo, Quixico e Zala. A população dedica-se essencialmente à agricultura, pesca artesanal e caça.

Tempo

Multimédia