Províncias

ACP Solidariedade quer contribuir

Manuel de Sousa|


A operadora ACP Solidariedade Lda., a mais representativa na província do Namibe em serviços de transporte público urbano, pretende ter os seus meios em condições durante o mês de Agosto para poder contribuir positivamente para o êxito do escrutínio do dia 31, de acordo com Augusto Livongue, administrador geral da empresa.

Autocarros estão prontos a transportar eleitores para as assembleias de voto
Fotografia: Afonso Costa



A operadora ACP Solidariedade Lda., a mais representativa na província do Namibe em serviços de transporte público urbano, pretende ter os seus meios em condições durante o mês de Agosto para poder contribuir positivamente para o êxito do escrutínio do dia 31, de acordo com Augusto Livongue, administrador geral da empresa.
“Sabemos que durante a campanha política e no dia da votação seremos solicitados, por isso queremos estar prontos, mas para tal é necessário ter os meios todos operacionais”, disse, referindo que a empresa está engajada na recuperação dos autocarros parados. “Esta é uma forma boa de participarmos no processo eleitoral, para que ele decorra da melhor maneira possível”, afirmou.
Entretanto, a empresa debate-se com problemas na aquisição de material de reposição para a reparação das viaturas que se encontram paradas, disse Augusto Livongue, informando que a operadora já conseguiu importar algum material que permite fazer a reparação dos meios inoperantes.
Para o futuro, a ACP- Solidariedade tem como projectos o alargamento da frota com meios sofisticados e investir noutras áreas comercias, como a venda de peças de reposição. A empresa conta nesta altura com 28 autocarros operacionais e 15 parados, por falta de peças de reposição. Dos meios operacionais, três autocarros apoiam as empresas Sicopal, Star Fish e Ango Sal no transporte dos seus trabalhadores, seis são de transporte urbano e cinco expressos para professores e alunos que pagam 40 kwanzas, menos 10 que o público normal.
Existem quatro que circulam nas zonas periféricas da cidade e inter-municipais Namibe/Virei e Lucira/Namibe, ao passo que nove autocarros estão reservados para solicitações.
A operar desde 2005, a ACP Solidariedade conta com uma força de trabalho de 103 funcionários. Além desta empresa, opera no Namibe a SGO, com autocarros que ligam à vizinha província da Huíla.

Tempo

Multimédia