Províncias

Administrações Municipais recebem tractores

João Upale| Namibe

O Governo Provincial do Namibe reforçou as Administrações Municipais com equipamentos e instrumentos de trabalho, com vista a garantir uma maior produção agrícola na região.

Trabalho desenvolvido pelos agricultores e camponeses tem produzido surpreendentes resultados nas diferentes áreas de produção
Fotografia: Divulgação

Os  meios entregues ontem pelo governador do Namibe, Rui Falcão, fazem parte do segundo lote do Programa de Apoio Directo à Produção Camponesa. As cinco administrações municipais receberam tractores, alfaias agrícolas e atrelados, sementes, fertilizantes e pesticidas.
Também foram entregues carrinhas para facilitar o escoamento dos produtos e outras viaturas para apoio administrativo e acompanhamento do processo produtivo, além de moinhos, embalagens e instrumentos agrícolas, com destaque para  moto-bombas e materialde rega.
As autoridades governamentais estão a materializar o programa de reforço dos níveis de produção agrícola e o processo de sedentarização das populações nas zonas de transumância. Rui Falcão salientou que o árduo trabalho que tem sido desenvolvido pelos agricultores e camponeses tem “produzido surpreendentes resultados” nas diferentes áreas de produção dos municípios, daí a atenção do Governo Provincial, que já identificou as zonas privilegiadas  para o desenvolvimento da actividade agrícola, com o envolvimento das famílias.
O Governo do Namibe promove o Programa de Apoio à produção Camponesa com o objectivo de dotar os camponeses e as áreas envolvidas de meios que lhes possibilitem produzir em maior escala, comercializar os excedentes e melhorar a sua condição de vida.O programa visa ainda incrementar os níveis de produção nos pólos de desenvolvimento agrícola já identificados e fortalecer o processo de sedentarização da população.
Os 15 pólos identificados nos cinco municípios da província abrangem as localidades de Maungo, Tiambo e Inamangando (Namibe), Pinda, Curoca e Erora (Tômbwa), Tchapitchapi, Lola e Mungondue (Bibala), as povoações de Calinguili, Capete e Caluvundo (Camucuio) e Mucanca, Cavelocamue e Tchacuto (Virei).
Na sua fase de arranque, em Novembro último, o programa contou com um orçamento de mil milhões de kwanzas, integralmente patrocinados pela Presidência da República.No quadro do Programa de Apoio Directo à Produção Camponesa, o governador, na Feira Agropecuária do Namibe, fez a entrega de sementes de cereais, fertilizantes, pesticidas, insecticidas e fungicidas, tractores com alfaias e carrinhas, além de motobombas, entre outros equipamentos e instrumentos de trabalho.
O director provincial da Agricultura, Gabriel Félix ,assegurou que os meios entregues às Administrações Municipais vão, no âmbito do reforço e seguimento da capacidade institucional, permitir acompanhar e apoiar o programa em curso.
O vice-governador para a área Económica, Alcides Gomes Cabral, afirmou que o acto é de extrema importância pelo significativo impacto que exerce sobre centenas de famílias camponesas, distribuídas pela província.A nível da província foi criada uma comissão voltada para o acompanhamento e supervisão das actividades no âmbito do programa que está agora na sua segunda fase.
O vice-governador pediu aos administradores para cuidarem bem dos meios postos à sua disposição e acompanharem de forma sistemática e permanente a execução do novo programa, para que redunde em êxito e possa alcançar plenamente os objectivos para os quais foi concebido.

Tempo

Multimédia