Províncias

Autoridades apostam na saúde e educação

João Upale| Matute

Os sectores da Saúde e Educação na localidade do Matute, no município de Camucuio, província do Namibe, estão mais reforçados com a inauguração do primeiro posto médico, residências do tipo T2 para os enfermeiros e professores e uma escola do primeiro nível.

O posto médico dispõe de várias áreas e uma sala do Programa Alargado de Vacinação
Fotografia: JA

A unidade sanitária comporta salas de tratamento, consulta, parto e pós parto, uma farmácia, além da enfermaria e sala do programa alargado de vacinação, PAV.
As infra-estruturas, erguidas no âmbito do Programa Municipal Integrado de Desenvolvimento Rural e Combate à Pobreza (PMIDRCP) / 2012, foram construídas em seis meses e custaram 22 milhões de kwanzas. Na localidade foi ainda construído um sistema de captação e distribuição da água e um bebedouro para o gado. 
O soba da aldeia, Chindongo Manuel, reconheceu os esforços do Governo para melhorar a vida dos habitantes, mas solicitou às autoridades da província para repararem a estrada e instalarem mais serviços sociais. A população do Matute, acrescentou, aguarda com expectativa a construção das 16 casas evolutivas que a administração municipal prometeu. “Queremos ver construídas as casas que nos foram prometidos”, desabafou o soba. 
O governador da província, Rui Falcão, que visitou pela primeira vez o município do Camucuio com o propósito de constatar a real situação que a população vive, fez a entrega dos empreendimentos sociais.A energia eléctrica na localidade do Matute é fornecida por um gerador. Rui Falcão prometeu aumentar o número de escolas, postos de saúde e a capacidade de distribuição de água e luz.

Comuna do Caitou

Na comuna do Caitou, município da Bibala, Rui Falcão garantiu à população que vai apetrechar e aumentar o número de escolas e de postos médicos ali existente, e aumentar a energia eléctrica nas redes públicas. O governador radiografou todos os municípios da província e conversou com a ­população para ouvir as principais preocupações e encontrar soluções imediatas. Um dos principais problemas identificados tem a ver, sobretudo, com a falta de água potável e prometeu encontrar solução, em primeira instância para consumo humano e do gado, e depois para o fomento da agricultura para combater a fome.
“Temos consciência que nas sedes comunais existem muitos problemas de água. Portanto, resolver o problema da água vai ser a nossa principal prioridade,” disse Rui Falcão. No Caitou, o governador anunciou a construção de um novo tanque de água e a reparação do antigo, para aumentar a capacidade da oferta.

Tempo

Multimédia