Províncias

Bairro Cassange tem nova escola

Uma escola do ensino primário da Igreja Evangélica Congregacional em Angola (IECA), com capacidade para 648 alunos em três turnos foi inaugurada no bairro Cassange, cidade do Namibe.

Construção custou milhões de dólares e foi financiado pela embaixada holandesa
Fotografia: Jornal de Angola

Uma escola do ensino primário da Igreja Evangélica Congregacional em Angola (IECA), com capacidade para 648 alunos em três turnos foi inaugurada no bairro Cassange, cidade do Namibe.
Inaugurada no quadro do programa das comemorações do Dia da Criança Africana, a escola foi baptizada com o nome “Reverendo Eduardo Moreira Kuenye”, em homenagem ao primeiro pastor da Igreja Evangélica Congregacional em Angola desde a sua a implantação no Namibe, em 1999.
A coordenadora do projecto, Margarida Tchissoca, afirmou que a construção do imóvel custou 36.882 dólares, financiados pela embaixada holandesa, enquanto o Governo Provincial comparticipou no mobiliário.
A escola foi construída a pedido dos moradores do bairro Cassange, para ajudar à erradicação do analfabetismo no seio da comunidade e a diminuição do índice de crianças fora do sistema de ensino.
O embaixador da Holanda em Angola, Ton Mandemaker, lembrou que em 2010 a sua instituição e a IECA começaram o projecto “Vida Melhor”, no âmbito da educação, de forma a alcançar as Metas do Desenvolvimento do Milénio. A Holanda vai continuar a apoiar o programa de investimentos no sector privado, com o objectivo de estimular o crescimento financeiro, criação de oportunidades de emprego, aumentar os rendimentos da população e a troca de experiências entre empresários angolanos e holandeses.
“Este é o nosso desejo e, por isso, vamos continuar a apoiar os projectos do sector privado no sentido de vermos a  aumentar mais emprego, sobretudo para os jovens desta localidade que muito precisam se afirmar nas mais variadas áreas profissionais”, disse.
O vice-governador para a Esfera Social, António Correia, enalteceu o papel social da IECA no sector de Educação e resgate dos valores morais e cívicos no seio das comunidades.
“Nós ficamos com o compromisso de colaborar com a IECA na ampliação da escola, através de construção de mais salas de aulas para que se transforme num estabelecimento de segundo ciclo”, afirmou António Correia.

Tempo

Multimédia