Províncias

Camucuio sem violência doméstica

A directora provincial da Família e Promoção da Mulher no Namibe manifestou-se satisfeita por não ter sido registado, durante o primeiro trimestre deste ano, nenhum caso de violência doméstica.

Florinda Ngangula explicou aos jovens que este progresso deve-se à aplicação de acções do programa do Ministério da Família e Promoção da Mulher, na divulgação da lei 25 /11, contra crimes de violência doméstica.
O êxito só foi possível graças às acções que a Direcção Provincial da Família e Promoção da Mulher tem implementado no seio das comunidades, como palestras sobre as consequências da violência no lar, sensibilização das famílias, criação de equipas de activistas no seio das comunidades, assim como a colaboração com as autoridades tradicionais.
“A violência doméstica é manifestada no seio familiar onde a maior parte das mulheres e crianças são as mais afectadas, apesar de existir já no nosso país casos de violência em que as mulheres são as mentoras, mas estamos a trabalhar para que as pessoas mudem de consciência, passando pelo diálogo como a melhor via para solução dos nossos problemas”, acrescentou.
Florinda Ngangula precisou que a aprovação da lei 25/11 veio dar maior impulso ao combate à violência, pois o seu conhecimento faz com que muitas pessoas não optem pela justiça por mãos próprias, mas sim, por procurarem um centro de aconselhamento para ultrapassar certos conflitos. A direc da Família  exortou ainda a juventude e as famílias ao diálogo, unidade, respeito e confiança uns para com os outros.

Tempo

Multimédia