Províncias

Casos de malária estão a diminuir

João Upale | Namibe

Os casos de malária diminuíram consideravelmente na província do Namibe devido a um maior controlo do seu vector, afirmou, na sexta-feira, ao Jornal de Angola, o chefe do departamento provincial da saúde pública e controlo de endemias.

Os casos de malária diminuíram consideravelmente na província do Namibe devido a um maior controlo do seu vector, afirmou, na sexta-feira, ao Jornal de Angola, o chefe do departamento provincial da saúde pública e controlo de endemias.
Franco Mufinda disse que a malária ainda é a primeira causa de óbitos, apesar de haver menos internamento em hospitais e centros de saúde da província.
O controlo do vector, declarou, baseia-se no uso de mosquiteiros impregnados, introdução do novos fármacos – a artimizimina ou coartem – e outros anti palúdicos e a colaboração dos médicos cubanos no acompanhamento dos doentes e aplicação dos fármacos. A diminuição de casos da doença mantém-se há mais dequatro anos, referiu, enaltecendo a mudança da população que tem acatado os conselhos das entidades sanitárias.

Tempo

Multimédia