Províncias

Desalojados recebem lotes de terrenos

Vladimir Prata | Namibe

Mais de oitocentos lotes de terreno para auto-construção foram distribuídos às famílias que viviam em zonas de risco no município do Tômbwa, revelou sexta-feira o seu administrador.

O programa de auto-construção dirigida está a permitir o surgimento de novos bairros em várias localidades da província do Namibe
Fotografia: João Gomes

João Tchindongo referiu que as pessoas abrangidas ocupavam anteriormente antigas fábricas e pescarias há muito desactivadas, mas que passaram a constituir um risco devido ao seu avançado estado de degradação.
O responsável esclareceu que se tratavam de infra-estruturas com mais de 50 anos e com deficientes condições de saneamento básico, entre outros riscos, daí a necessidade de reassentar aqueles cidadãos.
O administrador municipal do Tômbwa anunciou que no local escolhido para reassentar as populações foi projectada a construção de uma escola com seis salas de aula, infantário, posto médico e outros serviços. João Tchindongo disse que, devido às características do Tômbwa, um município situado entre o mar e o deserto, vai ser criada uma nova cortina florestal, em benefício do denominado bairro Plató do Mundo Novo, onde as famílias hão-de ser reassentadas.

Agricultura no Pinda


O programa de apoio às famílias camponesas na localidade do Pinda, a cinco quilómetros da vila piscatória do Tômbwa, está a gerar resultados acima da expectativa, considerou o governador provincial do Namibe, Rui Falcão.
O governador do Namibe, que visitava lavras familiares naquela localidade, disse que as autoridades provinciais reforçaram a capacidade dos camponeses com o aumento das áreas de cultivo e a entrega de tractores, charruas e viaturas para o escoamento dos produtos do campo para as cidades.
A localidade do Pinda é uma das 15 localidades em que foram criados pólos de desenvolvimento agrícola na província do Namibe, visando o combate à pobreza e à diversificação da economia.

Tempo

Multimédia