Províncias

Enaltecido papel dos órgãos de comunicação social

João Upale | Moçâmedes

O Governo do Namibe está satisfeito com o empenho dos órgãos de comunicação social sedeados na província e reconhece um considerável crescimento nos últimos tempos, com a construção das instalações da Televisão Pública de Angola, na cidade de Moçâmedes, e da rádio regional, no município do Tômbwa.

Um ângulo da cidade de Moçâmedes onde foi debatida em reunião ordinária do Governo da província do Namibe o programa de combate à pobreza
Fotografia: Francisco Bernardo

Num comunicado de imprensa saído da sexta reunião ordinária do governo provincial, presidida pelo governador Rui Falcão, refere-se que neste momento o sector da Comunicação Social é caracterizado pela existência de doze órgãos, dos quais quatro públicos e perspectiva-se a expansão do sinal da Rádio Nacional e da Televisão Pública, para todo o território da província, a criação de condições para a instalação de correspondentes de todos os órgãos públicos em todas as sedes de municípios, bem como a formação dos jornalistas.
O director provincial da Comunicação Social, Alexandre João Texinguita, disse ao Jornal de Angola que a análise dos órgãos de comunicação social é positiva.
O documento ressaltou que o governo provincial desenvolve diferentes acções no sector da Família e Promoção da Mulher, com realce para o combate à pobreza, com a concessão de microcréditos, promoção da igualdade no género, com a participação da mulher em cargos de responsabilidade política e administrativa e sensibilização das comunidades para adesão aos programas de Alfabetização e Aceleração Escolar, entre outras, conforme confirmou a responsável do sector, Maria de Carvalho.
“Conseguimos, ao longo do tempo, fazer um trabalho mais pormenorizado relativamente à mulher rural”, assegurou. Ao analisarem o memorando da Direcção Provincial dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria, os membros do Governo, adianta a nota, concluíram haver um “trabalho positivo” de assistência aos beneficiários dos diversos programas do Executivo.
 O Governo Provincial do Namibe controla 1.195 assistidos, dos quais 201 antigos combatentes, 415 deficientes de guerra, 52 viúvas e 551 órfãos, aos quais dirige “diferentes acções de beneficência”, nos domínios da habitação, auto-emprego, transportes e formação profissional, entre outros. O director dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria, Humberto Muteje, reconheceu haver um défice quanto à habitação para os assistidos, embora o Governo tenha entregado casas aos mais vulneráveis. Lamentou ainda a falta de apoio para os inscritos em cooperativas de produção agrícola. “Eles precisam de meios para escoar os seus produtos”, disse, acrescentando que a pensão aos assistidos não é das melhores. A reunião analisou ainda o actual ­estado do subsector salineiro, que conta com oito áreas distintas, das quais quatro em funcionamento e uma em estado de abandono.
De acordo com o memorando apresentado, para a melhoria do quadro actual deste importante subsector das Pescas é necessária uma aposta na disponibilização de novos espaços, em áreas de expansão e desenvolvimento da actividade salineira, estabelecimento de parcerias com empresas locais, nacionais e estrangeiras interessadas, de forma a obter maior capacidade de investimento. Foi igualmente recomendado um incentivo permanente às iniciativas empresariais voltadas para a produção de sal em larga escala e a continuação do processo de apoio junto à banca, para o acesso aos créditos.
A reabilitação do Caminho-de-Ferro de Moçâmedes, do aeroporto Welwitschia Mirabilis e do Porto do Namibe foram as principais acções que garantiram a melhoria do sector dos Transportes, Correios e Telecomunicações na província, segundo comunicado.
O director do organismo, Boavida Savazuca, revelou ao Jornal de Angola que o sector perspectiva a construção de plataformas de transporte e logística, parques de embarque e desembarque, carregamento e descarga de passageiros, montagem de estações meteorológicas, climatológicas e udométricas nas sedes municipais e comunais, bem como o aumento da rede de transportes públicos, para a “melhoria da circulação de pessoas e bens”.
A sessão do governo da província  foi dedicada também ao estado do registo eleitoral na província.
Os membros do governo da província do Namibe tomaram igualmente conhecimento do relatório de uma visita efectuada por uma delegação da província do Namibe à República da Itália, no quadro da implementação do projecto Glob, sobre governação local.
A mesma visita foi chefia pelo vice-governador para o Sector Económico, Alcides Gomes Cabral. Alguns diplomas legais da Direcção da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social, do comunicado final do nono Fórum da Mulher Rural e do relatório das actividades do governo provincial referentes ao terceiro trimestre de 2016 foram da mesma forma analisados.

Tempo

Multimédia