Províncias

Ensino no Tômbwa vive dias melhores

Manuel de Sousa| Namibe

Mais de 500 crianças do município do Tômbwa, província do Namibe, vão entrar para o sistema normal de ensino, com a entrada em funcionamento do colégio "Cónego Zagalo", pertencente à paróquia de Nossa Senhora do Rosário.
O estabelecimento de ensino, reinaugurado pela governadora da província, Cândida Celeste, foi reabilitado no âmbito do Programa de aplicação do Fundo de Gestão Municipal.

Cândida Celeste corta a fita de inauguração
Fotografia: Afonso Costa

Mais de 500 crianças do município do Tômbwa, província do Namibe, vão entrar para o sistema normal de ensino, com a entrada em funcionamento do colégio "Cónego Zagalo", pertencente à paróquia de Nossa Senhora do Rosário.
O estabelecimento de ensino, reinaugurado pela governadora da província, Cândida Celeste, foi reabilitado no âmbito do Programa de aplicação do Fundo de Gestão Municipal.
Com a reabilitação do colégio, avaliada em mais de cinco milhões de kwanzas, o governo reafirma, mais uma vez, o seu compromisso de colocar à disposição da população os serviços sociais básicos de qualidade, suportados mediante a aplicação do Fundo de Apoio de Gestão Municipal. Deste modo, os alunos do município do Tômbwa têm agora mais nove salas de aula e 18 professores, num espaço de aprendizagem condigno.
A administradora municipal adjunta, Benvinda Mateus, enalteceu a confiança que tem sido depositada pela paróquia da Nossa Senhora do Rosário, por nunca ter perdido a esperança de ver reabilitado o seu colégio.
“Com esta acção, a administração do município marca uma vez mais passos seguros, consubstanciados no cumprimento das orientações dadas pelo governo da província e reafirmando, deste modo, o entusiasmo em dar continuidade a outras acções de âmbito social, elevando assim o município para patamares mais altos, em prol do progresso e justiça social”, assegurou Benvinda Mateus.
A administradora pediu à direcção da escola para conservar bem o património, para que possa servir também as gerações vindouras. “Ver a escola paroquial reabilitada constitui motivo de grande felicidade, fundamentada na certeza de que o governo da província em geral, e do município em particular, apesar dos diversos desafios e preocupações, tem vindo a dar resposta aos mais diferentes problemas da vida da província e do nosso município. Daí o reconhecimento e gratidão do presidente do conselho paroquial Sabino Buta”, disse.
As crianças sentem-se alegres por notarem o esforço dos adultos em prol  da sua formação e futuro, disse ainda, acrescentando que “investir nas escolas é investir num futuro melhor.” A reabilitação do Colégio contou também com a ajuda da “Quinter Mister Work,” uma Organização Não-Governamental Alemã, que disponibilizou sete mil euros (convertidos em 793 mil kwanzas), montante que se juntou aos 500 mil kwanzas da própria escola e ao fundo de gestão disponibilizado pela administração municipal.
O presidente do conselho paroquial, Sabino Buta, disse que não basta construir e reabilitar. Também é importante preservar e manter aquilo que custou o esforço de muitos. Por isso, “comprometemo-nos a cuidar dela na medida do seu valor, de modo a nos servir o máximo de tempo possível”.
“A escola vai dar solução aos problemas do município ligados ao sector da educação. Por isso, os pais e encarregados de educação, bem como toda a comunidade paroquial, tem um grande protagonismo na educação dos próprio alunos”, disse.
O colégio Cónego zagalo foi construído em 1954 tendo, em 1997 beneficiado da sua primeira intervenção em termos de obras de restauro. Volvidos 13 anos, voltou a ter mais uma que contou também, com a comparticipação da própria igreja católica garantindo assim maior tempo de vida útil do imóvel.
A governadora da província, Cândida Celeste, disse ser preciso que todos se unam em volta da igreja para poder atingir aquela meta que sempre elas tiveram na educação da sua população e dos seus crentes.
A participação dos pais e encarregados de educação para a conservação da estrutura tanto na pintura e higiene para que o colégio esteja em condições dignas bem como a boa apresentação das crianças foram também ressaltados pela governadora.

Tempo

Multimédia