Províncias

Escola de artes e ofícios abre as aulas

A escola de artes e ofícios no município do Camucuio tem este ano 140 vagas para a 7ª, 8ª e 9ª classe, disse à Angop o seu director, Nawta Salvador.

A escola recebe estudantes de vários pontos do país, principalmente de Benguela, Huambo e Bié, com idades entre os 15 os 23 anos.
A escola funciona em parceria com a Direcção Provincial da Educação, Ciência e Tecnologia e com o Ministério da Administração Pública Emprego e Segurança Social, responsável por empregar os jovens após a formação. A escola, onde já foram formados mais de mil jovens, tem oficinas de carpintaria, alvenaria, sala de corte e costura e internato para 200 estudantes.
Também tem um espaço para a prática agrícola, no qual os estudantes deste curso plantam vários produtos, como tomate, cebola, mandioca e batata-doce.

Escola de saúde

Alunos finalistas da Escola de Formação de Técnicos de Saúde de Ndalatando começam na terça-feira a defesa de trabalhos de fim de curso da 12ª classe, correspondente a formação média. O director da escola, Damião Caludica, referiu que entre os candidatos há  101  finalistas do curso de enfermagem geral e 27 da especialidade  de análises clínicas.
Os finalistas cumpriram um estágio curricular de seis meses  em diferentes unidades sanitárias da província que lhes permitiu preparar os temas a serem submetidos à apreciação do júri.
A Escola de Saúde   com 15 salas de aulas, teve no ano lectivo passado1.878 alunos nos cursos de análises clínicas e enfermagem geral e 63   professores.

Tempo

Multimédia