Províncias

Gado pode estar infectado com a “Papilametose”

Pelo menos 15 mil cabeças de gado bovino da comuna de Bentiaba, província do Namibe, correm o risco de contrair, nos próximos dias, a “Papilametose bovina”, uma doença infecto- contagiosa autolimitante.

Doença estranha afecta vários animais em Bentiaba
Fotografia: Arimateia Baptista | Edições Novembro

Trata-se de uma doença que  é caracterizada por borbulhas que cobrem o corpo todo do animal.
O criador de gado Kavimbi Tchipiaka disse  à Angop  que o primeiro caso da “Papilametose bovina”,também conhecida por “verrucose”, apareceu, pela primeira vez, na província em Junho de 2018.
“Na altura pensei  que fossem apenas umas simples borbulhas que desapareciam dias depois, mas agora vê-se que a doença começou a contaminar outras cabeças de gado”, disse Kavimbi Tchipiaka.
A doença tende a propagar-se por toda a região, motivo que levou os criadores a alertarem a Direcção Provincial de Veterinária, que fez deslocar alguns técnicos à localidade para a recolha de amostras. Segundo o chefe do Departamento dos Serviços Veterinários da província do Namibe, Luís Paulo Bié, já foram feitas colectas de amostras de sangue e encaminhadas para o Laboratório  Regional de Veterinária, na província da Huíla, para confirmação da doença.
 “Tudo leva-nos a concluir que estamos diante da denominada “Papilametose bovina” também conhecida por “ Verrucose”, dados que só poderemos confirmar com os resultados clínicos, para depois partirmos para o devido tratamento dos animais infectados”, disse.

Tempo

Multimédia