Províncias

Governo entrega autocarros para reforçar as operadoras

Afonso Costa | Namibe

O transporte público de passageiros a nível do Namibe foi reforçado com a entrega, pela direcção provincial do sector, de novos autocarros e carros para táxi personalizado às operadoras locais.

Os meios, que vão apoiar o transporte urbano e intermunicipal de passageiros e táxis personalizados, foram entregues no âmbito do Programa de Desenvolvimento da província para o período 2013-2017.
Os 15 autocarros atribuídos às operadoras locais têm capacidade para transportar 50 passageiros, enquanto as 13 carrinhas carregam cada cinco pessoas, incluindo o motorista.
As empresas seleccionadas foram a Tucutucu e a Catejor, que receberam cada cinco autocarros para transporte urbano de passageiros e três para o serviço intermunicipal.
As 15 carrinhas para táxi foram atribuídas ao Conselho Provincial da Juventude, que, por sua vez, as distribuiu à quatro cooperativas de jovens.
O director provincial dos T­r­a­n­sportes, João Ernesto dos Santos, adiantou que a distribuição dos meios tem como objectivo o melhoramento dos transportes públicos de passageiros na província. João Ernesto dos Santos referiu que com a circulação destes meios prevê-se a transportação anual de mais de um milhão e quinhentas mil pessoas.
Estes serviços vão atingir as localidades com maiores pólos de atracção e de movimento de pessoas, como o casco urbano da cidade, os bairros 5 de Abril, Forte Santa Rita, Valódia, Praia Amélia, Saco Mar, além dos municípios do Namibe, Tômbwa, Bibala e a comuna da Lucira.
“Há condições técnicas e humanas para que os novos meios possam de facto circular e as empresas beneficiadas deverão cumprir com a suas obrigações”, referiu o responsável.
António Gaspar, em nome dos beneficiados, agradeceu o gesto do Governo Provincial, salientandi que a entrega dos meios vão ajudar a melhorar as condições básicas da população.
Disse que a transportação de pessoas, bens e serviços é parte integrante das acções de melhoria de vida das comunidades.
Assegurou que as operadoras e grupos beneficiados vão respeitar as rotas e os horários definidos pelo Governo Provincial e preservar os bens postos à sua disposição, para que possam durar muito mais tempo.

Tempo

Multimédia