Províncias

Jovens sensibilizam potenciais doadores

O núcleo da Brigada de Jovens Solidários da província do Namibe está a promover, até  ao final deste mês, uma campanha de sensibilização junto dos estudantes do ensino secundário, com o objectivo de fazerem parte do grupo, visando a doação de sangue nos hospitais.

Estudantes debatem em palestra a importância da doação de sangue para salvar vidas
Fotografia: Paulo Mulaza

O secretário para a área de estudos e projectos desta brigada, José Francisco Augusto, disse à Angop que além da campanha de sensibilização, vão realizar palestras para explicar aos estudantes a importância de serem solidários, dando o seu sangue para salvar vidas humanas.
“Esta actividade será feita nas escolas porque é nelas que existe maior número de jovens e temos a certeza que muito deles têm vontade de fazer parte desta brigada, mas só não sabem onde se dirigirem”, acrescentou. Neste sentido, referiu, foram seleccionadas as escolas de ensino secundário Welwitschia Mirabilis, Instituto Hélder Neto, Escola de Formação de Professores, bem como dos institutos politécnicos e de Administração e Gestão e do ICRA.
O núcleo da Brigada foi recentemente criado, sendo sua pretensão expandir-se aos municípios do Virei, Bibala, Camucuio e Tômbwa.

Posto de Saúde />
As autoridades sanitárias da localidade das Mangueiras, comuna do Kapangombe, município da Bibala, admitiram ontem a falta de técnicos de enfermagem no único posto de Saúde desta localidade. A directora do posto de saúde, Maria Sacambovo, disse que na unidade laboram dois técnicos que por dia atendem mais de 20 pacientes com diversas patologias.
A malária, doenças infecciosas, respiratórias agudas, conjuntivite, infecções urinárias e suspeitas de tuberculose são as mais registadas, tendo desde Janeiro sido notificados mais de mil casos. Os pacientes graves são transferidos para outras unidades sanitárias, contando para isso com a ambulância dos Bombeiros ou da comuna do Munhino.
A comuna do Kapangombe situa-se  90 quilómetros a norte do município da Bibala, é potencialmente agrícola e possui uma população estimada em cinco mil habitantes, na sua maioria agricultores e criadores de gado.

Tempo

Multimédia