Províncias

Lar de terceira idade no município da Bibala

João Upale |Namibe

A directora provincial do Namibe da Assistência e Reinserção, Bernar Marilene Aleluia Livongue, anunciou ontem, a construção de um lar de terceira idade no município da Bibala, 160 quilómetros a Norte da província, com o objectivo melhorar a assistência social aos idosos da região.


A directora provincial do Namibe da Assistência e Reinserção, Bernar Marilene Aleluia Livongue, anunciou ontem, a construção de um lar de terceira idade no município da Bibala, 160 quilómetros a Norte da província, com o objectivo melhorar a assistência social aos idosos da região.
 Bernar Livongue, que falava no acto comemorativo ao dia do idoso, decorrido no lar Ondjuvo Yetu, disse que na Bibala muito idosos estão entregues à sua sorte, devido ao abandono crescente dos seus familiares.
“O Minars, consciente das inúmeras dificuldades que atravessam os nossos mais velhos, tudo tem feito para melhorar a sua qualidade de vida, quer dos que se encontram no lar da terceira idade, bem como nas comunidades, uma tarefa que se revela difícil neste ano marcado pela crise económica mundial”.
 A directora provincial do Minars disse ainda que o executivo local gizou pequenos projectos sociais geradores de rendimento, como terapia ocupacional para os idosos, com capacidades físicas e perfis profissionais, que serão implementados num futuro próximo nas comunidades.
 Os mais velhos,  através de uma mensagem, dizem que são visíveis os esforços que o Governo tem empreendido em prol do bem-estar da pessoa idosa, no capítulo da assistência social, com bens de primeira necessidade (roupas e medicamentos).
  Pediram ao governo local que faça mais para “um envelhecimento salutar”, a nível da província do Namibe.
 A governadora do Namibe em exercício, Maria dos Anjos Mahove Pedro, que presidiu o acto, exortou a sociedade a não subestimar a pessoa idosa e garantiu que o governo está a trabalhar para que os mais velhos  tenham uma velhice tranquila.
 “Devemos, juntos, reflectir sobre a necessidade de prestar maior atenção e tratamento a todos os nossos papás e mamãs, que ontem, com todo o seu saber e dedicação, construíram o passado e a história deste país.
 A governadora da província em exercício disse ainda que “o idoso tem direito à saúde, bem-estar, dignidade, ao respeito como ser humano, capaz de dar o seu contributo à sociedade, pois eles são bibliotecas vivas desta Nação e muitos de nós jovens devemos beber destas fontes vivas em vez de subestimá-las”.
 Na província do Namibe estão controlados, pela direcção do Minars, cerca de oito mil idosos nas diversas comunidades, 46 dos quais no “Ondjuvo Yetu”.

Tempo

Multimédia