Províncias

Mais três mil casas disponíveis para venda a partir de Junho

Um total de três mil e 91 moradias construídas nas centralidades do 5 de Abril e Praia Amélia, no município de Moçâmedes, província do Namibe, começa a ser vendida em Junho deste ano, anunciou, ontem, o assessor do vice-governador para Área Técnica e Infra-estrutura, Dumilde Pombal.

Falando num encontro que reuniu vários jovens de diferentes organizações, o responsável salientou que, por enquanto, a venda das moradias está virada para as funcionários de empresas públicas, só mais tarde para outros candidatos .
Indicou que nem todas as áreas estão habitadas devido algumas obras que estão a ser feitas, pois o projecto está na fase conclusiva , faltando apenas a construção dos sistemas de esgoto e de água.
Sobre as modalidades de acesso às residências, o assessor disse que as pessoas que se habilitarem à compra de residências têm de ter um rendimento mensal de, pelo menos, 100 mil kwanzas, sendo que para cada moradia o interessado deve pagar mensalmente de 38 a 45 mil kwanzas durante um período de 20 anos.
A população está satisfeita com as modalidades criadas para a comercialização, porém apela à entidade responsável para acelerar o processo.
No Namibe, os candidatos do sector da Educação obtiveram seis mil residências na primeira fase, liderando a lista dos sectores que mais beneficiaram neste processo de vendas. O município de Moçâmedes possui duas mil casas construídas na centralidade 5 de Abril e igual número na Praia Amélia.

Projecto integrado
da Baía do Namibe
Seiscentos milhões de dólares foram concedidos pela Agência Japonesa de Crédito à exportação e bancos privados para a construção do novo terminal de contentores do Porto Comercial do Namibe e reabilitação do Porto Mineiro do Saco-Mar nesta província.
O projecto apresentado às entidades governamentais, empresários e à sociedade civil, vai gerar mil e 500 postos de trabalho, num período de três anos, e será executado pelo consórcio Toyota Tsusho Corporation e pela empresa Japonesa “ TOA Corporation”.

Tempo

Multimédia