Províncias

Maus tratos a menores são denuciados ao INAC

 O Instituto Nacional da Criança (INAC) no Namibe, registou, no primeiro trimestre deste ano, 30 casos de maus-tratos e outras formas de violência contra crianças, revelou, ontem, o responsável provincial do organismo.

O Instituto Nacional da Criança (INAC) no Namibe, registou, no primeiro trimestre deste ano, 30 casos de maus-tratos e outras formas de violência contra crianças, revelou, ontem, o responsável provincial do organismo.
Mário Tchova disse que a maioria das denúncias partiu da Direcção Provincial da Família e Promoção da Mulher e de particulares.
Falando no quadro da campanha de sensibilização e mobilização sobre o trabalho infantil, à luz dos 11 compromissos com a criança, que decorre em toda a província do Namíbe, referiu que a maior parte dos casos denunciados são de abandono e falta de mesada por parte dos pais.
 Mário Tchova afirmou que, através do programa “SOS-Criança”, o INAC tem recebido “denúncias de mães que, desprovidas de rendimentos”, têm à guarda filhos sem apoio dos pais, o que leva as crianças à rua.
Aconselhou as mulheres com filhos na condição de abandonados a continuarem a denunciar tais práticas ao INAC ou às instituições judiciais, com vista a dar-se tratamento jurídico aos casos.
Mário Tchova afirmou que casos como estes têm merecido um tratamento imediato junto da Procuradoria-Geral da República.

Tempo

Multimédia