Províncias

Namibe albergou reunião da associação de secretárias

A presidente da Associação das Secretárias de Angola (ASSECA), Lanvu Amélia Anael, afirmou na quarta-feira, no Namibe, que graças aos dez anos de paz que o país vive, a organização que dirige pôde realizar encontros regionais com as profissionais de secretariado, com o propósito de formar e aumentar os conhecimentos científicos, técnicos e culturas, para o melhor desempenho das suas funções.

A presidente da Associação das Secretárias de Angola (ASSECA), Lanvu Amélia Anael, afirmou na quarta-feira, no Namibe, que graças aos dez anos de paz que o país vive, a organização que dirige pôde realizar encontros regionais com as profissionais de secretariado, com o propósito de formar e aumentar os conhecimentos científicos, técnicos e culturas, para o melhor desempenho das suas funções.
A líder da ASSECA, que falava no primeiro encontro de profissionais de secretariado da região sudeste, disse que estas reuniões têm como objectivo o intercâmbio regional dos profissionais de secretariado, incremento de cursos básicos, médios e superiores de secretariado, leccionados apenas na província de Luanda, reconhecimento da profissão da secretária, enquadramento de profissionais de secretariado nas instituições onde labutam e criação da carreira profissional da secretária.

Formação permanente


A  presidente da Associação das Secretárias de Angola disse que as reuniões visam despertar a atenção do Executivo angolano e instituições públicas e privadas, mistas, embaixadas, organizações não governamentais nacionais e estrangeiras, igrejas e sociedade em geral sobre a necessidade inadiável da criação de um fundo para a formação permanente dos técnicos e quadros, em especial dos profissionais de secretariado.
Os participantes discutiram ainda a importância da saúde, alimentação e exercício físico, técnicas para o atendimento presencial e telefónico, postura, elegância e indumentária.
A vice-governadora da província do Namibe para a área social, Maria dos Anjos Mahove, recordou às profissionais que a secretária tem responsabilidades nas instituições, já que é ela que zela pela organização do trabalho do chefe e é o ponto de contacto e comunicação com o público.
“Este encontro reveste-se de grande importância, se tivermos em atenção que a formação de recursos humanos vai ajudar ao aumento de conhecimentos e competências deste grupo profissional”, disse Maria Mahove.
O encontro, que juntou na quarta e quinta-feira mais de 30 participantes em representação das províncias do Huambo, Luanda e Namibe, decorreu sob o lema “Investir na educação e formação para a erradicação da pobreza”.

Tempo

Multimédia