Províncias

Namibe combate melhor as doenças

João Upale| Namibe

Os índices das principais enfermidades que assolam as populações da província do Namibe registaram baixas consideráveis, desde a execução dos Programas de Cuidados Primários de Saúde e de Merenda Escolar, concluíram os participantes na reunião ordinária do Governo Provincial.

Expansão de serviços da Saúde faz com que a população da província do Namibe deixe de percorrer longas distâncias em busca de assistência médica
Fotografia: Jornal de Angola

Um documento distribuído à imprensa após a reunião, que visou analisar a execução das actividades inseridas nos Programas Municipais Integrados de Desenvolvimento Rural e Combate à Pobreza, relativas ao primeiro trimestre do ano, refere que aumentou muito o número de alunos no sistema de ensino.
 Durante a sessão presidida pelo governador Rui Falcão, os membros do Governo Provincial aprovaram o relatório do Programa de Investimentos Públicos referente ao ano passado, que inscreveu 73 acções e projectos, avaliados em mais de três mil milhões de kwanzas.
Na reunião, afirma o documento, foi ainda apresentada a Carta Escolar da província, um instrumento inovador de planificação relativa ao ensino primário, com vista à apresentação de propostas de medidas capazes de minimizar os problemas do sector.
De acordo com a Carta Escolar, 97 por cento da população dos seis aos 11 anos frequentaram o ano lectivo, em 2013, e, em 2017, o número de alunos pode atingir os cem mil.
Para além de aprovarem os regulamentos internos dos Serviços de Apoio Técnico, Instrumental e Desconcentrado do Governo, os participantes na reunião foram informados sobre o desempenho da receita e da despesa ao longo do primeiro trimestre do ano em curso pelos diversos organismos da província.
A receita fiscal arrecadada atingiu níveis aceitáveis, ao registar um crescimento de 17 por cento em relação ao mesmo período do ano transacto.
A despesa foi executada na ordem dos 60 por cento do programado. Os membros do Governo Provincial tomaram conhecimento de outros documentos, com destaque para o comunicado final do conselho consultivo alargado do Ministério da Família e Promoção da Mulher, da reunião de balanço do Programa Água para Todos, o projecto de regulamento de publicidade, informações sobre o encontro entre a União dos Sindicatos e a Direcção Provincial da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social, a proposta orçamental do seminário de formação sobre os instrumentos jurídicos relativos à Administração Local do Estado.  Informações sobre as acções a desenvolver no âmbito da prevenção e combate à imigração ilegal e o plano de realização do Fórum de Auscultação à Mulher Rural, também constaram dos documentos que os membros do  Governo tiveram acesso.

Tempo

Multimédia