Províncias

Novas infra-estruturas na província do Namibe

João Upale | Namibe

O Governo da Província do Namibe anunciou na quinta-feira a construção de várias infra-estruturas de impacto social, no próximo ano, para melhorar as condições de vida das populações.

Vista panorâmica da cidade do Namibe
Fotografia: Jornal de Angola

O Governo da Província do Namibe anunciou na quinta-feira a construção de várias infra-estruturas de impacto social, no próximo ano, para melhorar as condições de vida das populações.
Durante a sua primeira sessão ordinária, o Governo provincial apreciou o Programa de Investimentos Públicos (PIP), no qual se prevê a execução de diversos projectos sociais, com realce para a construção de mais escolas, unidades sanitárias, reparação de vias de acesso, instalação de sistemas de água e de energia eléctrica.
A execução do programa, que foi discutida numa sessão presidida pelo governador Isaac Maria dos Anjos, no salão nobre da Administração Municipal do Namibe, ficou avaliada em mais de cinco mil milhões de kwanzas, com um desvio adicional de 539 milhões de kwanzas.
Uma nota saída da primeira sessão ordinária salienta que a proposta do Orçamento Geral do Estado (OGE) para o ano de 2013 prevê receitas e despesas num valor acima dos dez mil milhões de kwanzas, dos quais mais de 50 por cento está destinado ao sector social.
Os membros do governo provincial aprovaram ainda o programa de actividades alusivas ao 37º aniversário da Independência Nacional, cujo acto central se realiza no Estádio Joaquim Morais. Para este evento, os responsáveis provinciais pediram à população para participar de forma efusiva e patriótica nas actividades em torno do 11 de Novembro.
O comunicado refere igualmente que, durante as cerimónias do Dia da Independência, que encerram a 17 deste mês, vão ser inauguradas várias infra-estruturas sociais.
Isaac dos Anjos recomendou aos membros do Governo Provincial um maior envolvimento nas tarefas sob a sua responsabilidade e para gerirem de forma moderada os recursos financeiros postos à disposição. Com isso, disse o governador, é possível alcançar os objectivos preconizados inerentes à resolução dos problemas que afligem a população.

Tempo

Multimédia