Províncias

Novos barcos para o Tômbua

Manuel de Sousa |Tômbua

Mais de 60 jovens pescadores associados em cooperativas da vila piscatória do Tômbua contam desde ontem com dez novas embarcações entregues pela ministra das Pescas, Vitória de Barros Neto.

Os meios têm como objectivo redução da pobreza nas comunidades piscatórias, a integração da pesca artesanal na cadeia de abastecimento e a modernização do sector na província do Namibe.
“A província do Namibe é conhecida pelas suas capacidades no sector pesqueiro, por isso ele tem que ser cada vez mais forte e mais moderno de forma a contribuir para o desenvolvimento do nosso país”, disse a ministra das Pescas.
O Ministério das Pescas, disse, está a trabalhar para que a qualidade de pescado seja melhor e que sejam adoptados sistemas de embalagem e certificado para facilitar o acesso aos mercados: “mas para isso, primeiro as comunidades piscatórias, como esta que hoje tenho o orgulho de conhecer, sejam progressivamente dotadas de recursos e meios técnicos como estes que agora foram distribuídos”.
A administradora adjunta do  Tômbua, Benvinda Mateus, disse  que antes os pecadores iam ao mar com bóias e bimbas: “hoje com a entrega destes equipamentos os jovens são chamados a desempenhar um papel crucial em todo o processo de reconstrução  do país”. A ministra lançou a primeira pedra para a construção do Centro de Processamento de Pescado e visitou  o local onde vai ser construído o entreposto frigorífico do Tômbua.

Tempo

Multimédia