Províncias

Ponte sobre Giraúl de Baixo aguarda pela inauguração

João Upale | Namibe


 
O director provincial do Namibe do Instituto de Estradas de Angola, Edgar Xavier, disse ao Jornal de Angola que estão terminadas as obras na ponte sobre o rio Giraúl de Baixo, com capacidade para suportar até 60 toneladas.

O INEA prossegue os esforços para permitir a ligação do país por estrada
Fotografia: Pedro Santos


 
O director provincial do Namibe do Instituto de Estradas de Angola, Edgar Xavier, disse ao Jornal de Angola que estão terminadas as obras na ponte sobre o rio Giraúl de Baixo, com capacidade para suportar até 60 toneladas.
“A inauguração ainda não ocorreu porque estão a ser arranjadas as vias de acesso, que deverão terminar a curto prazo”, disse Edgar Xavier, acrescentando que a nova ponte sobre o rio Giraúl de Baixo vai permitir o aumento do fluxo de circulação e transportação de pessoas e bens do campo para a cidade e vice-versa.
 A ponte, construída pela empreiteira portuguesa Teixeira Duarte, tem 181 metros de comprimento, 12 de largura, duas faixas de rodagem e obedece a padrões exigidos pela SADC.  Pelas suas características técnicas, de acordo com o director do INEA, a ponte pode alcançar cerca de 50 a 60 anos e no máximo 100 de vida útil. As obras de construção da nova ponte sobre o rio Giraúl de Baixo, sob fiscalização da empresa nacional Angesp, começaram no princípio do mês de Maio.
Algumas pessoas contactadas no local pela nossa reportagem manifestaram-se satisfeitos com a obra e foram unânimes em afirmar que vai facilitar a troca de produtos do campo, que anteriormente se estragavam por falta de escoamento.
O director do Instituto Nacional de Estradas de Angola disse que estão a ser reabilitadas as estradas Namibe/Tômbwa e Namibe/Lucira, esta última a partir do desvio da Estrada Nacional 280 que dá acesso à vizinha cidade do Lubango (Huíla).

Tempo

Multimédia