Províncias

Projecto de ensino de adultos resulta em grande sucesso

O processo de alfabetização que decorre em todo o país denominado “Projecto Sim Eu Posso” produziu resultados positivos na província do Namibe, durante o ano lectivo de 2015, num balanço de 38.998 adultos que concluíram com sucesso as aulas, informou quinta-feira o coordenador provincial da alfabetização.

Processo de alfabetização que decorre em todo o país produziu na província do Namibe durante o ano lectivo transacto resultados positivos
Fotografia: José Silva

Stover Sandumba disse que o projecto contou com a presença de 34.131 alunos que frequentaram as aulas no módulo um, enquanto os demais o fizeram nos módulos dois e três, com 4.181 e 1.359, respectivamente. O coordenador provincial considerou o número de adesão satisfatório, sobretudo na classe feminina, que contou com a presença de 24.242, com maior destaque para a faixa etária dos 19 a 25 anos.
Para a transmissão de conhecimentos, o sector contou com os préstimos de 998 alfabetizadores.
O responsável realçou que o sector conta com a sensibilidade dos parceiros sociais, igrejas, organizações juvenis e partidárias para o recrutamento do pessoal, assim como a abertura de salas nas instituições com mais trabalhadores, de forma a erradicar o analfabetismo no seio das comunidades.

Sector da Educação


O sector da Educação registou durante o ano lectivo 2015 melhorias significativas com a construção de 32 escolas nos municípios de Cabinda, Buco-Zau e Belize, informou a secretária provincial da Educação.Berta Marciano informou que o sector conta, actualmente, com 243 escolas primárias, 27 do ensino secundário do I ciclo e 11 escolas do II ciclo, num total de 1.625 salas de aula em diferentes níveis de ensino, fruto do esforço do Governo destinado a acudir a demanda.
Para o processo docente educativo, disse Helena Marciano, a população estudantil atingiu 180.076 alunos distribuídos em 114.224 escolas no ensino primário, 41.012 no ensino secundário do I ciclo e 24.840 no ensino secundário do II ciclo.Na área do ensino especial, a Secretaria Provincial da Educação contou com 1.392 alunos portadores de necessidades educativas especiais, sendo 258 no ensino primário, 49 no ensino secundário do I ciclo, que estudam em salas especiais, 767 nas salas inclusivas no ensino primário e no ensino secundário do I ciclo estão matriculados 207. Na alfabetização, o sector trabalhou com o programa de Alfabetização e Aceleração Escolar, utilizando os métodos Gostar de Ler e Escrever e Sim Eu Posso, com 18.097 alfabetizandos e 466 alfabetizadores. Ainda em  2015 foram distribuídos kits escolares até a 6ª classe, para além de 18.894 batas escolares, 100 kits de primeiros socorros, 66.186 merendas escolares que beneficiaram 11.031 alunos das escolas primárias da zona rural.
A responsável indicou que a instituição tem nos seus registos 4.790 professores e 385 trabalhadores administrativos.

Tempo

Multimédia