Províncias

Província do Namibe com mais licenciados

Um total de 169 licenciados em vários cursos, ministrados pelo Instituto Superior Pedagógico do Namibe (ISPN), está à disposição do mercado de trabalho.

Mais técnicos de nível superior reforçam mercado de trabalho
Fotografia: Jaimagens | Fotógrafo

O número de graduados faz parte de um grupo de 333 estudantes da instituição que elaboraram os seus trabalhos de fim de curso no passado ano académico. O director do ISPN, Bernardo Camunda, salientou que os novos licenciados concluíram com êxito os cursos superiores de Matemática, Física, Geografia, História, Química e Magistério Primário.
Bernardo Camunda considerou positivos os resultados  académicos do ano lectivo 2017, com 87 por cento de aproveitamento em 1.705 estudantes matriculados. Referiu que do número total de inscritos 1.156 frequentaram aulas no período regular e 549 no pós-laboral.
O director do ISPN, Bernardo Camunda, adiantou que 54 discentes desistiram das aulas por motivos diver­sos. Acrescentou que a instituição recebeu 254 can­­­­­di­da­turas a bolsas de estudo internas e apenas 64 tornaram-se beneficiários.
Garantiu que um total de dez docentes da instituição beneficiam de formação de nível superior (mestrado) no exterior do país.
Bernardo Camunda disse que este ano serão enviados outros 13 docentes para a Universidade de São Paulo (Brasil), para cursos de doutoramento em diversas áreas do saber.
Segundo o responsável, desta forma, os professores da instituição vão contribuir melhor na formação de quadros competentes e capazes de responder com as novas exigências do mundo contemporâneo.
“Já elaboramos o projecto pedagógico para o ano lectivo 2018. Pensamos implementar novos cursos, tais como o pré-escolar, educação física e linguística”, disse.
A instituição conta com 86 docentes, dos quais apenas sete são efectivos, 27 expatriados de nacionalidade cubana e 52 funcionam por contrato de mobilidade.

Tempo

Multimédia