Províncias

Salões de beleza têm de melhorar o atendimento

Manuel de Sousa | Namibe

A direcção do núcleo provincial do Instituto Nacional de Defesa do Consumidor (INADEC), no Namibe, reuniu no fim-de-semana com os representantes dos salões de beleza e barbearias para exigir e incentivar estes a terem um atendimento público mais adequado, de modo a salvaguardar os interesses dos clientes.

A direcção do núcleo provincial do Instituto Nacional de Defesa do Consumidor (INADEC), no Namibe, reuniu no fim-de-semana com os representantes dos salões de beleza e barbearias para exigir e incentivar estes a terem um atendimento público mais adequado, de modo a salvaguardar os interesses dos clientes.
Alberto Rodrigues Sobrinho, director do INADEC no Namibe, disse que a instituição que dirige tem recebido muitas queixas dos consumidores que procuram esses serviços.
“Este encontro serviu para incutir na mente dos proprietários desses estabelecimentos de beleza boas práticas no atendimento dos clientes e na actualização de produtos com qualidade e prazos não vencidos, de modo a salvaguardar a saúde dos consumidores”, disse.
Os proprietários queixaram-se da falta de pessoal qualificado nesta área, considerando que muitos trabalham sem terem conhecimentos científicos necessários para a actividade que exercem.

Tempo

Multimédia