Províncias

Técnicos locais de vacinação aumentam conhecimentos

Afonso Costa | Namibe

Técnicos ligados à área do Programa Alargado de Vacinação das diversas unidades sanitárias da província do Namibe e chefes de repartições municipais participam, desde ontem, num seminário, visando a criação de condições para a introdução da vacina rotavírus no calendário de vacinação na província.

A formação, promovida pela Direcção Provincial da Saúde Pública, tem a duração de dois dias e conta com 20 participantes. O seminário visa ainda reforçar os mecanismos de trabalho, melhorar a oferta de serviços de vacinação nos postos fixos e móveis, com vacinas de alta qualidade, comprovadamente eficazes, conservadas adequadamente e administradas de forma segura para reduzir a mortalidade.  
O chefe do Departamento de Assistência Médica, Gaspar Cardoso, disse que, em 2013, foram registados na província do Namibe 27.401 casos de diarreia, causados por rotavírus em crianças menores de causando anos, causando 50 óbitos. No país, acrescentou, estima-se que, anualmente, ocorram 300.000 casos de diarreia causada por rotavírus, em crianças menores de 5 anos, e 21.300 óbitos. 
 “O plano de desenvolvimento sanitário até 2025 do Ministério da Saúde, o plano operacional do PAV/­2014 e o plano de actividades da Direcção Provincial de Saúde para 2014 englobam a introdução da vacina rotavírus, com a finalidade de acelerar a redução da mortalidade causada por diarreia em crianças menores de cinco anos”, frisou. 
 Gaspar Cardoso, durante a sua intervenção, acrescentou que os participantes na formação, vão reflectir sobre a uniformização e adequação do sistema de informação e melhoria da qualidade da vacinação, aumento da capacidade de armazenamento da cadeia de frio, eliminação segura dos resíduos da vacinação e reforço da vigilância epidemiológica.

Tempo

Multimédia